http://www.one.org



Muito se tem falado sobre a cobertura excessiva da mídia em casos tristes, na exploração da tragédia visando audiência. Por que não se noticia com a mesma ênfase as descobertas e os acontecimentos do bem, os exemplos de solidariedade, de cidadania? Como seria bom poder ver um jornal onde a maior parte do tempo fosse usado com notícias positivas. Não que se escondam os crimes, a corrupção, o q for. O ponto não é esse, e sim que se dê mais importância e espaço às coisas boas. Dizem q notícia ruim vende mais, q a tristeza dá mais audiência, mas eu não acredito nisso, acho q esse hábito mórbido pode ser mudado. Com programas mais educativos, mais criativos, que incentivem o q é bom e construtivo, e não a mediocridade e baixaria acredito de verdade que podemos melhorar a energia geral e tornar o mundo mais bacana. Cabe às emissoras e jornalistas mudarem de postura e também aos telespectadores usarem seu poder e não darem pontos no ibope à violência. A verdade deve ser apurada, a justiça feita, mas isso não significa tripudiar em cima da tragédia.

Bom, não sou muito de assistir à telinha aqui na Espanha, também acontece muita desgraça, todas devidamente noticiadas. Mas que eu saiba não chega ao cúmulo de ter programas exclusivamente sobre violência. Fofoca tem muito mais, parece até algo científico porque ficam umas oito pessoas reunidas falando de um ausente famoso, e os momentos cotidianos, indiscretos e constrangedores do dito cujo aparecem em um telão enorme atrás dessa troupe de fofoqueiros analíticos detalhistas.

Também tem um canal q passa muita animação, de massinha, colagem, performances, piras e arte contemporânea. Muito bacana!

E aí por meia-noite começa a sacanagem. Mulheres nuas dando um número pra mandar mensagem e receber vídeos eróticos, programas sobre diretores de filme pornô, entrevistas com atores, atrizes, análises sobre o tema e cenas de sexo explícito. Tudo super liberado e consentido.

Melhor explorar o corpo de um adulto do q a tragédia de uma criança.









Quem está conhecido aqui é o padre aventureiro (e inconsequente). Foi a terceira notícia mais lida no site do El País de 24 de abril. Tomara que o encontrem com vida, na serra ou no mar, únicas possibilidades pra quem sai de Paranaguá pendurado em bexigas.

...

post atual POST ATUAL

posts passados POSTS::::::::::
PASSADOS:::::::::

abr 2008
São Jorge e a Catalunha

mar 2008
Dia Internacional do Livro e iwhith.org
...

mar 2008
Tanque e podcast
...

fev 2008
a 'véia' e o 'véio'. e o mundo.